O que raramente os pais sabem e se preocupam durante a gestação, é quem será o especialista a quem confiará a saúde e o desenvolvimento do seu bebê. Afinal, a primeira consulta no pediatra só vai acontecer quando o bebê já tiver nascido, não é? Errado! A primeira consulta no pediatra deve ocorrer ainda na gestação de preferência à partir da 32º semana de gravidez. Não é fácil encontrar um pediatra ou qualquer que seja o especialista que te passe confiança logo de cara, por isso a procura e a escolha deve ocorrer antes mesmo do bebê ter nascido.

Conversar com outras mães e pedir indicação do pediatra de seus filhos, é uma boa forma de encontrar quem acompanhará o seu bebê. Obviamente aquele que é um excelente médico para sua amiga nem sempre será o melhor para você, portanto analise várias opções. Após tomar a decisão do pediatra que irá acompanhar seu maior tesouro, uma boa conversa sobre como foi a gestação, exames realizados e sobre toda intercorrência da gestação é indicado para que o especialista saiba mais do bebê mesmo antes de ele nascer.

Aproveite para conversar sobre amamentação e tirar todas suas dúvidas relacionadas aos primeiros dias do recém-nascido. Cólicas, higiene e cuidados nos primeiros dias e cada detalhe que você ainda esteja insegura. Lembrando que a escolha deve ser feita, colocando na balança muito mais do que a empatia pelo médico. Indicações profissionais e se ele faz parte da Sociedade Brasileira de Pediatria, são pontos a serem analisados. O local do consultório e a disponibilidade de atendê-lo em um momento de emergência também é de extrema importância.

Primeira Consulta com o Bebê

Logo após o nascimento a primeira consulta no pediatra deve ser agendada. É indicado que ocorra dentro do 5º ao 10º dia após o nascimento e todos os exames realizados ainda dentro da maternidade sejam levados para apresentação. A primeira consulta é um momento importante, é onde aquele que a sua confiança será depositada conhecerá seu maior bem e acompanhará cada passo do seu desenvolvimento e oferecendo total segurança na resolução das questões que estão por acontecer.

Neste primeiro contato o médico vai solicitar informações sobre o nascimento, checar a documentação liberada pela maternidade onde  informa o peso e medidas do bebê, para iniciar o acompanhamento do crescimento que deverá ser anotado a cada consulta. Papai e mamãe não devem esquecer em hipótese alguma a carteira de vacinação do bebê. O seu recém nascido deverá receber acompanhamento pelo menos uma vez ao mês onde será analisado o ganho ou perda de peso, crescimento e o total desenvolvimento do bebê.

Aproveite nesta primeira consulta para levar todas suas dúvidas destes primeiros dias de vida do bebê. Os primeiros dias costumam ser complicados para a nova rotina, e podem demorar um pouco para se adaptar. Dúvidas sobre amamentação e horários, aspecto das fezes e o que é normal e o que não é. Na consulta será analisada além do crescimento, a cicatrização do coto umbilicalse possui alguma possível infecção e também alertar sobre a higienização e cuidados do local. A visão e a audição do bebê também serão avaliadas, em alguns casos pode ate ser feito o teste da orelhinha no próprio consultório.

Na grande maioria dos casos, bebês nascem amarelados devido à icterícia e vão se agravando após a alta da maternidade. Na primeira consulta o pediatra verificará também a intensidade e se achar necessário, pode vir solicitar exames para analisar a intensidade da icterícia e indicar o tratamento adequado.

Serão informadas as vacinas que devem ser dadas neste primeiro período, e sobre os cuidados que deve manter para proporcionar uma vida saudável. Banhos de sol e seus horários, higiene adequada, quantidade de roupas e temperatura corporal, cada detalhe que com o tempo se tornarão assunto tão simples e de rotina para os pais.

O ideal é que todas as dúvidas sejam anotadas antes da consulta. Dessa forma nenhum questionamento ou medo passarão despercebidos. O pediatra tem a função de acompanhar o desenvolvimento e de dar respaldo total no que se trata a saúde da criança, esclarecendo todas as dúvidas dos pais e indicar o tratamento e cuidados necessários para cada caso.

Veja também: Teste da Orelhinha – Qual a Necessidade?

Fotos: Lou Bueno, Renée D´Avila, Bridget Coila