Um dos lugares que os pais visitarão regularmente após o nascimento de seu bebê é o consultório do pediatra. A coordenadora de um dos mais conceituados consultórios pediátricos de Johanesburgo, diz que aconselha os pais a participar da primeira visita ao pediatra, logo após o nascimento.

“A maioria dos bebês perdem peso no hospital – isso é normal. Nós gostamos de ver os bebês novamente 10 a 14 dias depois, para que possamos pesar e ver que eles estão voltando ao peso do nascimento “, ela observa.

As primeiras semanas de um bebê, são agitadas e os pais muitas vezes têm dúvidas. Por isso é importante anotá-las, pois é muito fácil esquecê-las quando se está cansado com a nova rotina.

É importante que esta primeira visita ao pediatra, seja longa e intensa, seja em um ambiente agradável e descontraído e que os pais fiquem perto do bebê para tranquilizá-lo.

Essa primeira visita ao pediatra também é um bom momento para verificar como a mãe está gerenciando a alimentação. Por exemplo, os bebês que são amamentados se alimentam com maior frequência o que pode gerar dúvida na mãe, que pensa que o seu leite não está sendo suficiente.

Os bebês amamentados também fazem cocô com aparência mais mole, em oposição às fezes formadas de um bebê alimentado com fórmula. Isso pode causar um certo pânico, pois a mãe tende a achar que seu bebê tem diarreia, o que não é o caso.

O Que é Feito na Consulta Pediátrica?

Nessa primeira vista ao pediatra, o médico procurar saber:

História clínica – O pediatra coleta dados sobre gravidez, parto e testes perinatais realizados no hospital. Também irá perguntar aos pais sobre seu histórico familiar e também sobre as condições de saúde de ambos. É muito útil para a mãe manter os relatórios de alta e obstetrícia e as análises realizadas durante a gravidez.

Exploração física – Após a abertura do histórico médico, o pediatra realizará um exame completo do bebê. Começa com a auscultação e apalpação do abdômen e termina com o exame dos quadris (1% dos bebês sofrem deslocamento dos quadris) e a boca, uma vez que estes são os dois testes que causam maior desconforto para a criança.

O pediatra também examinará a textura e a cor da pele e o tamanho dos órgãos genitais, apalpará a cabeça para verificar a condição das fontanelas e explorar as pupilas e a parte de trás do olho.

O exame continua com os testes neurológicos (tonos musculares) e a verificação de seus reflexos, embora as reações do bebê aos testes mais irritantes já lhe permitam avaliar sua resposta aos estímulos.

Gráfico de Crescimento

Finalmente, o médico medirá o peso, altura e perímetro cefálico, anotando os valores em um gráfico de crescimento, o qual se permite verificar se o bebê está crescendo a um ritmo saudável.

Não é tanto sobre o que os números são, o importante sobre o gráfico de crescimento é que o bebê deve seguir as curvas, não subindo ou caindo abruptamente.

Ás vezes há problemas com a alimentação, então, se o bebê foi pesado e não voltou ao seu peso do nascimento, é recomendado que os pais voltem depois de uma semana. Dessa forma, é possível pesar o bebê na mesma balança, pois balanças diferentes podem ser calibradas de forma ligeiramente diferente.

Vacinas

Quando se trata de vacinas, muitos pais se sentem inseguros quanto às reações. O médico pode explicar tudo aos pais nessa primeira visita ao pediatra. O que fazer após cada vacina e qualquer reação que o bebê possa ter.

Nessa conversa é possível aconselhá-los a dar paracetamol se o bebê tiver uma leve febre, explicar que a dose é determinada pelo peso do bebê. Recomendar os pais a sempre ter um termômetro em mãos para verificar se o bebê está com febre ou não, antes de administrar a medicação.

Às vezes, o bebê está quente – uma leve febre de 38 ° C é muito diferente de uma febre de 40 ° C. É importante conhecer esse número e é nessa primeira visita que o pediatra pode explicar o que pode ser feito nesse caso.

O Que Mais Esperar da Primeira Visita ao Pediatra?

Além dos exames e dúvidas que o pediatra irá responder, uma conversa com algumas dicas para o bem-estar materno e do bebê pode acontecer. Nessa conversa o pediatra explicará tudo o que a mãe precisa saber para cuidar bem dela mesma e do seu bebê.

Ele irá aconselhá-la sobre dieta e hábitos de sono, mostrar-lhe como vesti-lo e banhá-lo, se ela poderá levá-lo para um passeio ao ar livre, qual a temperatura que o quarto deve ter, como protegê-lo do sol e várias outras coisas.

Além disso, ele dará diretrizes para evitar morte súbita e conselhos para atuar em caso de acidentes. Finalmente, a próxima visita será agendada para o próximo mês.

Claro que tudo isso varia de acordo com cada pediatra, portanto é importante escolher bem o especialista pois ele provavelmente acompanhará o bebê até a adolescência.

É importante que os pais aproveitem a oportunidade para perguntar ao médico toda e qualquer dúvida sobre os cuidados com o bebê. Desta forma, ficarão muito mais calmos e seguros quando estiverem sozinhos em casa com o bebê.

Veja Também: Tabela de Crescimento do Bebê
Fotos: Maessive