A Planta

arruda

A arruda possui uma flor amarela de cores vivas

Ruta graveolens ou arruda como é popularmente conhecida, tem diversos nomes arruda-fedida, arruda-doméstica, arruda-dos-jardins, ruta-de-cheiro-forte. O fácil cultivo desta planta, a faz crescer em todos os lugares de climas diversos. É fácil encontrar um pé de arruda em quintal de uma casa, pois, mesmo antes de servir com finalidades medicinais, a planta tem um forte lado místico pela crendice popular. Acredita-se ainda nos dias de hoje que essa planta é capaz de espantar o mau olhado e também as energias negativas de um lugar ou de uma pessoa. Por isso, é usada em amuletos e banhos de descarrego de más energias. Também é fácil encontrar uma pessoa portando um pequeno galho de arruda atrás da orelha, essa supostamente teria o poder de tirar o mau olhado neste indivíduo.

A arruda cresce em pequenos galhos com folhas diminutas e em época de floração, tem uma folha amarela de cor viva e chamativa. Suas sementes crescem nesta mesma época em formato de fruto redondo e partido ao meio. Um único fruto pode conter mais de 50 sementes individuais e dar origem há vários outros galhos dessa planta. Encontra-se arruda em lojas de produtos naturais, pronta para o consumo ou em locais que vendam plantas domésticas.


Como fazer o chá

O chá de arruda deve ser feito com folhas secas para se tornar mais suave, mas também pode ser usada as folhas na forma natural. Aconselha-se a usar uma colher de sobremesa para meio litro de água filtrada e fervida. A forma de retirada das suas propriedades deve ser através de infusão, após acrescentar as folhas na água quente abafe por 10 minutos aproximadamente. Antes de consumir, coar o chá e adoçar se necessário. Outros ingrediente podem fazer parte da mistura, chá de arruda com canela, por exemplo, é uma das variações para ajudar a induzir a menstruação.


Cuidados de Uso

Mulheres gravidas não devem usar o chá de arruda e nem outro formato da planta. A dose de folhas para o chá também não deve ultrapassar a recomendada pois pode se tornar tóxico. O chá não deve ser de uso contínuo, deve ser esporádico e ocasionalmente quando necessário. O excesso de uso do chá pode provocar vômitos, tremedeira, queda de pressão, sonolência e dores abdominais.