Uma das melhores formas de evitar uma gravidez precoce ou indesejada naquele momento são as fórmulas anticoncepcionais hormonais.

O problema começa quando não se sabe qual é o melhor anticoncepcional apropriado para o seu organismo. Além disso, a forma mais adequada de se usar o anticoncepcional pode fazer toda diferença se você é do tipo esquecida, ou se gosta de praticidade.

Função do Anticoncepcional

A maioria dos anticoncepcionais hormonais age inibindo o ciclo ovulatório da mulher. Ele estabiliza apenas uma das fases hormonais, fazendo assim com que os outros hormônios que completam o ciclo ovulatório não predominem. Então, a ovulação não acontece.

Quem pode te orientar melhor sobre qual o melhor anticoncepcional para você e seu biótipo é seu médico. Mas é sempre bom saber quais são as opções disponíveis entre todas as formas de anticoncepcional hormonal que existem no mercado. Atualmente as formas de contracepção hormonal são:

Quais Tipos de Anticoncepcional

  • Oral
  • Injetável
  • Adesivos
  • Intrauterinos
  • Subcutâneos (implantes)




Qual Melhor Anticoncepcional Para Você? As Formas de Usá-los

As formas de uso podem ajudar a escolher qual melhor anticoncepcional para o seu caso. Basta uma lida nesta lista e em conjunto com seu médico tomar a decisão mais acertada. Confira abaixo.

Oral

A forma oral é a mais usada mas não significa que seja o melhor anticoncepcional. Normalmente as pílulas anticoncepcionais são a base de estrogênio. O etinilestradiol, um hormônio sintético, e o valerato de estradiol são derivados do estrogênio e são eficazes na contracepção se usados de forma adequada e na quantidade ideal. Em sua grande maioria são cartelas com 21 pílulas que devem ser tomadas sempre no mesmo horário diariamente, com pausas de 7 dias e retomadas no oitavo dia de pausa.

Os prós: Essa forma de contracepção é barata e de fácil acesso, além de muito eficiente. Algumas pílulas são fornecidas pelos postos de saúde.

Os contras: Mulheres indisciplinadas podem facilmente esquecer de tomar a pílula. Se por acaso esquecer por um dia apenas, o ciclo pode ir por água abaixo e a mulher pode entrar no período fértil por descontinuação da medicação. Por isso, deve conversar com seu médico para verificar se esta é a melhor opção e qual o melhor anticoncepcional oral.

Injetável

Com uma formulação parecida com o anticoncepcional oral, a injeção mensal é a base de estrogênio. Ela deve ser injetada uma vez ao mês sempre na mesma época, com tolerância máxima de três dias para mais ou menos. A injeção age aos poucos no organismo, liberando uma pequena quantidade a cada dia.

Os prós: Para mulheres que esquecem com frequência de tomar a pílula, a injeção é uma alternativa perfeita pois é preciso lembrar uma vez por mês ao invés de diariamente.

Os contras: A injeção pode não ser a melhor opção caso a mulher queira engravidar em curto prazo de tempo. Ela leva um tempo consideravelmente maior do que a pílula via oral para sair do organismo e pode causar muitos escapes se deixada de tomar, podendo causar aquela menstruação tipo borra de café. O maior contra desse método é não poder interromper no meio do ciclo.

Uma informação sobre injeções: Existem injeções de progesterona também, que são uma ótima opção. O diferencial entre elas é a periodicidade, pois a injeção de progesterona é indicada a cada 3 meses e pode ser tomada por mulheres que acabaram de ter bebê. Com certeza é o melhor anticoncepcional para parturientes. Porém, elas demoram mais tempo para serem eliminadas do organismo e também, podem acontecer falhas e a mulher engravidar.

Adesivos hormonais

São adesivos que podem ser trocados a cada 21 dias e podem ser colocados em qualquer lugar do corpo. Ele libera poucas quantidades de anticoncepcional todos os dias na pele e absorvidos pelo organismo da mulher. Tem efeito parecido com a injeção, com o benefício de poder ser retirado à qualquer momento.

Os prós: Assim como os injetáveis, o adesivo pode prevenir um esquecimento da mulher. A melhor notícia sobre ele é que ele é suave e, em raros casos, faz com que a mulher inche ou ganhe peso. Existem diversas marcas de adesivos com formulações diferentes no mercado. A marca mais conhecida no Brasil é a Evra.

Os contras: A aplicação do anticoncepcional adesivo deve ser feita em lugares diferentes do corpo a cada aplicação e deve ser evitados lugares com atritos para não soltar no meio do ciclo. Ele também pode provocar náuseas durante o primeiro e segundo ciclo de uso.

Diu

Dispositivos intra uterinos com base hormonal funcionam como a pílula. Liberam hormônios continuamente pelo período de validade, normalmente 5 anos. Normalmente são colocados em um procedimento ambulatorial no próprio consultório médico. Existem também os DIUs de cobre, sem hormônios sintéticos.

Os Prós: Esses Dius são ótimos para quem busca um melhor anticoncepcional a longo prazo, além de serem muito seguros.

Os contras: São caros e só podem ser colocados e retirados pelo médico. Também tem a remota possibilidade de que saiam do lugar, o que pode abrir uma brecha para uma gravidez, além do incômodo.

Subcutâneo

São implantes com composição bem semelhante ao Diu. A diferença é que é colocado por baixo da pele. São de longa duração, pelo menos 5 anos. Eleito o melhor anticoncepcional para ser usado em mulheres que desejam esperar mais para ser mães ou mesmo em mulheres que precisam por algum motivo de uma forma mais eficaz de prevenção. Uma curiosidade: é o anticoncepcional escolhido pelo Hospital das Clínicas em SP para mulheres em situação de rua. Por essa escolha, sabemos que é um anticoncepcional prático, seguro e duradouro.

Os prós: São muito tranquilos de colocar. Na maioria das vezes um procedimento indolor, pois é aplicado um anestésico local. São muito seguros e duram bastante tempo.

Os contras: são caros e nem todos os convênios cobrem esse tipo de anticoncepcional. Para colocar, a mulher deve pagar particular ou ficar na fila do SUS para fazer o procedimento gratuitamente. O mais conhecido é o Implanon.

Os anticoncepcionais tem algumas variações de formulação, e por isso há tantas opções no mercado. As diferentes formulações também costumam ter vantagens comuns. Para te dar uma ideia, aqui está uma lista com formulações além da progesterona e estrogênio e suas vantagens:

  1. Getodeno: Micropil, Ginesse, Femiane, Diminut, Harmonet, Tamisa, Ginesse (ajuda no aumento da libido)
  2. Desogestrel: mercilon, gracial, mercilon conti, minian,femina, primera e minian (ajuda a controlar o ganho de peso)
  3. Acetato de ciproterona: Diane 35, a Selene, a Diclin e a Artemidis (possui grande composição estrogênica).
  4. Drospirenona: Yasmin, Yaz e Elani ciclo (ótimo para prevenir inchaço antes da menstruação)
  5. Clormadinona: Belara (evita problemas de pele associados a anticoncepcionais)
  6. Dienogest: Qlaira (ótimos para reduzir o fluxo menstrual)

Não se esqueça: apenas um médico pode indicar qual o melhor anticoncepcional para o seu corpo, suas necessidades e particularidades. Existem várias formulações com quantidades diferenciadas de hormônio e a dosagem seu médico saberá indicar corretamente. Nunca tome medicação sem orientação médica.

Para as mulheres que estão pensando em engravidar, saiba que após o uso do anticoncepcional por uso prolongado pode demorar alguns meses para conseguir seu positivo. A melhor forma de auxiliar que tudo aconteça o mais breve possível é dar uma forcinha extra para a fertilidade.

Dica Importante: A Famivita desenvolveu vitaminas e produtos potencializadores da fertilidade feminina e masculina, testes de ovulação e de gravidez, além do famoso gel lubrificante FamiGel. Conheça mais dos produtos aqui.

Veja também: Engravidar Tomando Anticoncepcional Pode acontecer?

Foto: @Doug88888