Queda de Cabelo na Gravidez – Causas e Tratamento

Na gravidez, é mais frequente que os fios de cabelo fiquem mais grossos, sedosos e com maior vitalidade. Apesar disso, a mudança de hormônios também pode propiciar a queda de cabelo, principalmente no início da gravidez. Também é um fenômeno muito comum de acontecer no mês depois do parto.

Numa fase de grandes mudanças na vida da mulher, em que o seu corpo está passando por muitas transformações ao mesmo tempo – já que está gerando uma vida dentro dele – podem ser notadas alterações que vão desde as unhas dos pés até o fio dos cabelos!

Por esta razão, é muito comum que você note que os seus cabelos ficaram diferentes. Geralmente, essas mudanças nos cabelos os tornam até mais bonitos e saudáveis, mas isso depende do seu histórico capilar, da sua alimentação e da reação do corpo às mudanças.

Por quê Cai?

Com a elevação dos hormônios que regulam o ciclo reprodutivo da mulher, como a progesterona e o estrogênio, os cabelos podem ficar mais fortes, mas dependem também dos hormônios masculinos para que obtenham a oleosidade natural e não se tornem secos e quebradiços.

A progesterona é o hormônio feminino que é produzido pelos ovários; já a testosterona, considerada hormônio masculino, também é produzida pelas mulheres nos ovários e nas glândulas suprarrenais. Os dois, juntos, estimulam a secreção das glândulas sebáceas, tornando o cabelo e a pele mais oleosos.

Tanto o excesso de oleosidade quanto sua falta podem fazer com que os fios caiam. No primeiro caso, depois de lavar os cabelos, ao passar a escova os fios de cabelo vêm junto em boa quantidade. No segundo caso, os cabelos não caem da raiz, mas, por estarem secos, se quebram em alguns pontos e podem cair durante todo o dia.

Principais Causas da Queda

Para resumir, as causas da queda de cabelo na gravidez geralmente são:

  • Aumento da Progesterona
  • Excesso de oleosidade no couro cabeludo
  • Carência nutricional durante a gestação
  • Estresse e ansiedade

Se começar a aparecer falhas ou buracos no cabelo, é um sinal de doença que deve ser investigada pelo médico.

Queda de Cabelo na Gestação é Normal

“Estou gravida e meu cabelo está caindo muito” – A queda de cabelo na gravidez não deve ser uma grande preocupação para as mulheres, porém, as mudanças podem ser relatadas ao médico responsável pelo acompanhamento da gestação. Ele pode indicar um remédio ou xampu que possa melhorar o quadro e que não prejudique o bebê.

É importante lembrar, durante esses momentos que, após um ano do parto, quase todas essas mudanças causadas pela gravidez já vão ter passado. Apenas as mães que já têm predisposição à calvície vão se preocupar por mais tempo com as quedas de cabelo, e vão precisar de tratamento mais específico, já que cada organismo funciona de modo diferente.

Tratamento para Queda de Cabelo na Gravidez

Os tratamentos para queda de cabelo variam de mulher para mulher e dependem dos exames da gestante, que podem indicar anemia, carência de certos nutrientes ou apenas mudanças de hormônios e de humor, naturais da gravidez.

Os dermatologistas podem auxiliar no tratamento e recomendar uma loção fortificante para comprar em farmácias, a fim de ajudar a evitar que a gravidez faça cair mais o cabelo. A alimentação rica em proteínas também pode melhorar o quadro.

Para as que já tem pré-disposição para a calvície, o acompanhamento do médico antes e depois da gravidez, quando o nível de progesterona cai e consequentemente é mais comum cair cabelo, é recomendável para não agravar o problema.

Em geral, o xampu a ser usado para lavar os cabelos deve ser de qualidade, de preferência do tipo “suave” ou “No e Low Poo” (uma descoberta recente: são xampus mais naturais sem parabenos, silicones e derivados do petróleo). Dessa forma, você estará contribuindo com a natureza e com a sua saúde e a do bebê.

É importante também evitar tingir os cabelos na gravidez com produtos a base de amônia, em especial no primeiro trimestre, pois essa química pode inclusive afetar a formação da criança. E outros procedimentos químicos, como escova progressiva, são sempre desencorajados pelos especialistas. Essas substâncias podem passar para a sua corrente sanguínea, e consequentemente para o útero, placenta e o bebê.

O melhor a fazer é cuidar do cabelo e da alimentação desde o início da gravidez, de forma natural. Fazer automassagem no couro cabeludo também, além de prazeroso, é uma boa forma de estimular seu crescimento e saúde.

IMPORTANTE: Cuidado com dicas caseiras e medicamentos indicados por amigos e familiares. Nem sempre o indicado para um será bom para você, principalmente durante a gravidez.

Dicas para Controlar a Queda

Portanto, para evitar problemas com a queda de cabelo no início, durante ou depois da gravidez, é recomendado atentar às seguintes dicas:

  • A gravidez pode causar queda de cabelo e isso é normal até seis meses após o parto: então, não se desespere, pois o estresse pode piorar a queda de cabelo.
  • Na alimentação, é bom montar um prato com nutrientes equilibrados e dar importância à proteína, ferro e zinco, evitando deficiências como anemia, que também causa outros problemas na gravidez.
  • Massagens no couro cabeludo duas vezes por semana com uma loção fortificante podem produzir efeitos desejáveis contra a queda de cabelo.
  • O peeling capilar, que é uma esfoliação do couro cabeludo, remove as células mortas e reduz a oleosidade e queda de cabelo: pode ser feito em casa também.
  • No e Low-Poo e xampus suaves mantêm os cabelos saudáveis e não têm contraindicação.
  • Após o parto, pode-se usar loções com ativos que controlam a oleosidade.
  • Melhor evitar pentear os cabelos muitas vezes, ou prendê-los muito forte.

Veja Também: Por que Acontece a Queda de Cabelo Pós-Parto?

Foto: ishawalia