Muitas mulheres que estão grávidas experimentam desconforto estomacal que muitas vezes é referido como azia ou às vezes uma simples indigestão. No entanto o refluxo na gravidez é o nome correto para essa condição, que é geralmente inofensiva, mas pode ser bastante desconfortável.

Felizmente, a maioria dos casos pode ser tratado de forma segura com remédios sem receita, juntamente com mudanças simples na dieta e no estilo de vida. Muitas mulheres experimentam o refluxo pela primeira vez durante a gravidez.

Causas do Refluxo na Gravidez

Como é comum saber, quando uma mulher está grávida, várias mudanças ocorrem em seu organismo. O refluxo na gravidez é mais comum porque a progesterona, principal hormônio em mulheres grávidas, retarda o funcionamento do sistema digestivo.

Enquanto isso, o útero em crescimento faz com que a pressão do bebê empurre o estômago, isso aumenta a possibilidade de que o suco gástrico contido no estômago faça o caminho inverso, ou seja, para a garganta.

Além disso, algumas mulheres acham que o alto teor de ferro das vitaminas pré-natais pode irritar ainda mais o estômago causando sintomas de azia, náuseas e queimação.

No entanto, cada mulher é diferente. Estar grávida não significa necessariamente que terá refluxo. Depende de muitos fatores, incluindo sua fisiologia, dieta, hábitos diários e o curso da gravidez em si.

Sintomas do Refluxo na Gravidez

Alguns dos sintomas mais comuns de refluxo na gravidez são:

  • Sensação de queimação na garganta ou na parte superior do tórax;
  • Azia;
  • Náuseas;
  • Arrotos e regurgitação também podem ser sinais de refluxo ácido.

Existem Exames de Refluxo na Gravidez?

Na maioria das vezes, o refluxo na gravidez é diagnosticado com base apenas nos sintomas. Mas caso a mulher continue sentindo esse desconforto após a gravidez, o médico pode solicitar testes adicionais, incluindo uma endoscopia digestiva alta, exame utilizado para observar diretamente a parte superior do trato gastrointestinal, composta pelo esófago, estômago e o duodeno (primeira porção do intestino delgado).

O Refluxo na Gravidez é Comum?

O refluxo na gravidez é muito comum, mais da metade de todas as mulheres gravidas experimentará os sintomas de refluxo.

O Refluxo na Gravidez Pode Afetar Meu Bebê?

O refluxo na gravidez não afetará o bebê. Pessoas mais velhas têm o costume de dizer que quando a mulher sofre com muita azia durante a gestação dará à luz a um bebê cabeludo. Cientificamente isso não é verdade, pois a azia sentida causada pelo suco gástrico que volta pelo esôfago causando o desconforto.

Tratamento Para Refluxo na Gravidez

A primeira coisa que se deve fazer ao sentir os sintomas de refluxo na gravidez, principalmente aqueles que voltam com frequência, é procurar ajuda médica. Provavelmente o médico receitará antiácidos.

Os medicamentos antiácidos líquidos e de comprimidos funcionam para neutralizar o ácido produzido no estômago. Os antiácidos mastigáveis feitos de carbonato de cálcio e antiácidos líquidos contendo hidróxido de magnésio ou óxido de magnésio também são eficazes.

Evite antiácidos com alumínio no rótulo, pois este ingrediente pode causar prisão de ventre e possivelmente ser tóxico em grandes doses.

Remédios Caseiros Bons Para Refluxo na Gravidez

Uma pequena quantidade de gengibre pode ajudar a estimular a produção de saliva, pois a saliva é um antiácido natural. Muitas mulheres encontraram alívio comendo amêndoas cruas, chupando pastilhas de olmo (substância mucosa que quando misturada com água, forma um gel liso que reveste e acalma) ou tomando comprimidos de papaína.

O vinagre de maçã funciona muito bem, ou até mesmo comer uma maçã vermelha pode ajudar a amenizar os sintomas de refluxo na gravidez.

O Que Posso Fazer Para Prevenir o Refluxo na Gravidez?

Mulheres que sofrem de refluxo na gravidez devem evitar alimentos e bebidas que parecem piorar as coisas. Bebidas com cafeína, gaseificadas e alcoólicas, juntamente com frutas cítricas, vegetais e sucos, tendem a piorar os sintomas do refluxo na gravidez.

Carnes processadas, chocolate, produtos de menta e alimentos picantes, fortemente temperados, fritos ou gordurosos também podem aumentar os sintomas do refluxo.

Algumas mulheres confundem menta com hortelã, enquanto a hortelã pode ser calmante para o estômago, o chá de menta relaxa o esfíncter esofágico, o músculo que mantém o esôfago fechado, tornando mais fácil o suco gástrico voltar pela garganta.

Outros Recursos Para Amenizar o Refluxo na Gravidez

Amenizar o refluxo na gravidez normalmente envolve alguns testes de erros e acertos. Mudanças ligeiras nos hábitos alimentares e no consumo são frequentemente os métodos mais seguros para mãe e bebê. As seguintes dicas podem ajudar a aliviar a azia:

  • Comer pequenas refeições com maior frequência e tomar mais líquidos ao longo do dia, ao invés de ter como hábito três grandes refeições com grande volume de líquido.
  • Evite ingerir líquidos junto com as refeições. Beba somente depois de 1 a 2 horas depois de cada refeição.
  • É importante lembrar que é preciso aguardar de 2 a 3 horas depois de ingerir qualquer alimento ou líquido para se deitar ou dormir.
  • Mantenha-se ereta durante pelo menos uma hora após uma refeição. Uma caminhada agradável também pode incentivar a digestão.
  • Use roupas confortáveis e não justas.
  • Mantenha um peso saudável .
  • Use almofadas ou travesseiros para elevar a parte superior do corpo enquanto dorme.
  • Durma no seu lado esquerdo. Deitada no seu lado direito, você posicionará seu estômago mais alto do que seu esôfago, o que pode levar ao refluxo.
  • A goma de mascar sem açúcar após as refeições é um ótimo remédio, pois o aumento da saliva pode neutralizar qualquer ácido que volta para o esôfago.
  • Evite o consumo de leite. Apesar de parecer que o leite gelado ameniza os sintomas de refluxo na gravidez, a verdade é que o leite piora a condição pois ele aumenta a acidez estomacal. A produção de suco gástrico se intensifica após o consumo de leite, pois é preciso um trabalho um pouco maior do estômago para digerir suas enzimas, e isso acaba provocando resultados negativos no refluxo.

As opções de medicina alternativa incluem técnicas de acupuntura e relaxamento, como relaxamento muscular progressivo, ou yoga. Mas é importante verificar sempre com seu médico antes de tentar novos tratamentos.

Veja Também: Atividades Físicas Para Grávidas: O que é Recomendado ou Não
Fotos: Midnightcomm