Relação Sexual na Gravidez, Pode?

O casal se ama tanto que acaba transbordando de tanto amor e uma nova vida está a caminho. Mas como se relacionar, ter uma vida sexual tranquila na gravidez? Mil coisas podem passar pela cabeça da gestante e do papai e a relação sexual na gravidez pode ficar mais espaçada do que era antes da gravidez por insegurança ou medo mesmo. Mas final, pode ter relação sexual na gravidez? Quais os cuidados a tomar, o que se deve evitar?

Muitas vezes a vida sexual do casal vai muito bem obrigada, mas depois da gravidez o sexo começa a ser evitado por medo de machucar o bebê ou por algum problema que possa vir a acontecer. Mas o que muitas gravidinhas não sabem que a relação sexual na gravidez pode somente trazer benefícios à mulher ou ao casal, tanto pelo lado afetivo como da saúde em si. O primeiro passo a ser dado é a conversa com o obstetra, se houver algum tipo de risco ou restrição a relação sexual na gravidez, o obstetra certamente irá indicar a abstinência sexual do casal. A abstinência é indicada em casos em que a contração uterina (orgasmo) ou mesmo a penetração possa causar efeitos indesejados e os riscos mais frequentes que fazem o sexo ser evitado são: sangramentos, placenta prévia, incompetência istmo cervical e alguns outros problemas que podem fazer o bebê nascer antes do tempo ou mesmo risco de aborto.

Livre de uma gestação de risco? Então é hora de namorar! Você sabia que a relação sexual na gravidez pode providenciar um orgasmo muito mais intenso? Sim, tudo isso devido a grande quantidade de sangue que circula na região clitoriana da gestante e pode proporcionar uma sensibilidade muito maior agora na gestação. Além disso, algumas mulheres que nunca tiveram tanto apetite sexual podem ficar acesas demais para alegria do parceiro.

Dicas para relação sexual na gravidez a cada trimestre

Algumas barreiras podem surgir para uma relação sexual na gravidez, mesmo que não haja uma gravidez de alto risco, um certo incômodo pode aparecer entre o casal na hora do prazer.

Primeiro Trimestre: O medo de machucar o bebê é um fato entre os casais de primeira viagem, porém se não houver veto do médico porque não aproveitar e namorar? Bom, nas primeiras semanas a mulher pode ter medo de ter relação sexual, justamente pela ameaça das primeiras 12 semanas e aí o sexo ficar “estranho” é até normal e super compreensível o medo inicial. Por isso a primeira dica é a conversa com o medico. As náuseas iniciais também podem ser o motivo da diminuição da frequência com que o casal se relaciona, sem falar das mulheres que tomam “nojo” do marido. Em alguns casos o corpo em fase de mudanças pode ser “vergonhosa” para a mulher mas quer saber? se joga amiga, namorar com quem se ama é tão bom…

Segundo Trimestre: é nessa fase que a mulher gestante pode ter mais vontade de namorar. Já sem as náuseas do primeiro trimestre, agora é a hora que os hormônios estão mais “equilibrados” e para a relação sexual na gravidez o terceiro trimestre á a fase mais apropriada. Posições sexuais ainda de antes da gravidez podem ser mais difíceis de fazer devido ao peso da barriga e o incomodo que provoca, mas o sexo é seguro nessa fase da gestação.

Terceiro trimestre: é a fase mais cansativa para a mulher. Além de ter de carregar uma barriga mais pesada, o apetite pode diminuir em alguns casos devido ás dores comuns da gravidez como dores nas costas, baixo ventre e a falta de ar que aparece nessa fase.Relação Sexual na Gravidez, Pode 1

Algumas posições podem ajudar a relação sexual na gravidez no terceiro trimestre, tal como a posição de lado, onde a barriga não interfere em nada. Outra posição bacana para gestantes é a sentada no colo do homem ou mesmo por cima. Assim ela pode conduzir os movimentos de acordo com a sua vontade e evitar preocupações pós relação. Deve-se evitar a posição papai e mamãe e também movimentos mais bruscos, claro que uma relação mais ardorosa deve-se deixar para pós nascimento do bebê e resguardo. Embora a bolsa amniótica proteja o bebê e ele não sinta absolutamente nada, se preservar não custa nada.

Um problema que é fato até em mulheres com gravidez totalmente saudáveis são as cólicas pós coito. Essas pegam qualquer gestante no susto, mas são normais em qualquer fase da gravidez, apenas tem que ser monitorado o muco, se houver sangue, um médico deverá ser procurado o mais rápido para se verificar um possível trabalho de parto. Uma gestante mesmo um dia antes de dar a luz pode ter relação sexual na gravidez, aliás a relação estimula o parto normal e é recomendada para ajudar na dilatação. Independente do trimestre que esteja o segredo é a cautela. Como disse, deixe as relações sexuais mais cheias de ânimo e força para mais tarde, também deixe para experimentar novas posições do Kama Sutra, subir no lustre ou fantasias mais ousadas depois da recuperação do parto ok? O carinho entre o casal é fundamental para uma gravidez cheia de prazer e com saúde. Converse com seu medico e com seu marido junto claro, um casal esclarecido vale ouro e traz uma vida sexual na gravidez muito mais saudável.

Até a próxima!

Veja mais: Cuidados Pós Parto – Relação Sexual Pós ou Durante Resguardo

Foto: Matthieu Luna