E qual mamãe e papai que não tem curiosidade de saber o sexo do bebê? Para os ansiosos de plantão tenho algumas dicas de como descobrir antes mesmo do quarto mês ou 16ª semana. Aliás, você sabe qual é a idade gestacional ideal para que o ultrassom mostre o sexo do bebê? Vem com a gente pelo mundo da descoberta por várias vias, a médica e a folclórica em um só post!

Essa fase de descoberta é repleta de ansiedade, mas é uma delícia. Durante esse período possíveis nomes também vão sendo escolhidos, antes mesmo de se ter certeza se será menino ou menina. Para animar ainda mais o momento, aproveite as sugestões e dicas do nosso post com nomes de bebês, assim como suas origens e significados.

Agora vamos para a descoberta do sexo. Existem vários artifícios e acho importante começarmos pelos mais científicos como os testes e a checagem do tubérculo genital fetal. A medicina evoluiu de tal forma que podemos fazer um teste para saber o sexo do bebê sem nem mesmo precisar sair de casa. Claro que não funciona como matemática, com resposta certeira, mas ajuda, e muito, a sanar a curiosidade. 

Método do exame laboratorial: sexagem fetal é um exame seguro que dá cerca de 97% de certeza sobre o sexo do bebê esperado. O método funciona por análise do sangue da mãe, se for menino um cromossomo masculino é identificado na amostra sanguínea.

Caso não tenha o cromossomo Y, as chances de ser uma menina é muito grande. Esse método é o mais certeiro, mas ainda assim passível de alguns enganos, por isso aconselha-se fazê-lo a partir da 8ª semana de gravidez. A sexagem fetal custa em torno de R$200 a R$400, dependendo da região e do laboratório. Investir nesse exame pode valer a pena para casais que conseguem pagar e que estão muito ansiosos para saber o sexo do bebê.

IMPORTANTE: nenhum método é 100% confiável, nem mesmo o exame de ultrassonografia. Portanto, antes de sair fazendo compras espere confirmações reais do sexo do bebê.

Método do Intelligender

O princípio do Intelligender é parecido com o do teste de farmácia, mas um pouco mais complexo. Ele também consiste na detecção do cromossomo Y, porém é utilizada a urina da gestante para a descoberta do sexo do bebê. Caso a urina fique verde, significa que o bebê é menino. Agora, se a urina ficar laranja, então o bebê é provavelmente do sexo feminino. Ele funciona bem para matar a curiosidade apenas, pois costuma dar bastante falhas quando o sexo é masculino, principalmente.

Isso porque o cromossomo Y pode não estar presente naquela amostra de urina, especificamente, então a falha acontece. A vantagem desse teste, entretanto, é a praticidade de poder ser realizado em casa como um teste de gravidez, mas a desvantagem é o preço que se assemelha ao da sexagem fetal, pelo menos aqui no Brasil. O Intelligender custa em torno de R$200 no Brasil e lá fora cerca de U$30. É um teste que compensa se você tiver como trazer de fora do país ou, ainda, comprar em sites como Amazon, por exemplo. *atualização* Não temos mais disponibilidade do Intelligender, nem fora do país.

Método do Tubérculo Genital Fetal

Esse é um método de análise possível de ser realizado após o exame de transluscência nucal. Com equipamentos de ultrassom cada vez mais modernos e avançados, as imagens ficam mais nítidas e com um pouco de atenção dá para interpretar o tubérculo genital fetal e tentar adivinhar o sexo do bebê. Como podem ver nesse post, as imagens mostram que para saber o sexo basta checar a inclinação do tubérculo genital.

Se está em ângulo de 30°, a tendência é ser menino e se está reto em relação à coluna, a chance de ser uma menina é maior. Agora, para que seja possível fazer a interpretação do posicionamento é preciso que a genitália do bebê esteja de lado ou de frente no momento do exame. Com quantas semanas dá para saber o sexo do bebê dessa forma? Alguns olhos mais treinados ou profissionais podem identificar o sexo até mesmo na 12º semana, isso com um ultrassom de baixo para cima e com o bebê sentado dentro do útero.

Quando as imagens pegam o bebê de costas fica bastante complicado para desvendar o sexo via esse método. Um bom truque para quem vai tentar um palpite na 12 semana de gravidez ou mesmo depois, é comer um pedaço de chocolate uns 20 minutos antes do exame. Com o chocolate, o bebê ficará agitado o suficiente para abrir as perninhas e se mostrar para o médico.

Método Batidas do coração

O coração do bebê tem uma frequência maior do que o dos adultos. Os pequenos corações batem mais rapidamente para poder suprir a oxigenação dos corpinhos em desenvolvimento. Reza a lenda que se a frequência for acima de 150 batimentos por minuto (medidos em um ultrassom) o sexo do bebê é feminino e for abaixo, masculino.

Existe também o método ramzi, mas ele é bem menos eficaz que o de avaliação do tubérculo fetal. O mais recomendável é aguardar o momento certo para fazer a sexagem fetal ou o ultrassom que possibilite ver a genital do bebê.

Métodos Populares Para Descobrir o Sexo do Bebê

As brincadeiras para descobrir o sexo do bebê são verdadeiras tradições nas famílias mais supersticiosas. Desde os tempos antigos esses costumes vem se estendendo até os dias de hoje. Vamos ver algumas?

Brincadeira do Garfo e da Colher

A brincadeira do garfo e da colher, você conhece? É assim: sem que a gestante veja, coloca-se embaixo de duas almofadas um garfo e uma colher. A gestante escolhe onde sentar e se embaixo estivar a colher, será menina e se estiver o garfo, menino!

Agulha ou Aliança

Na mesma linha de crenças populares para descobrir o sexo do bebê, existe a brincadeira da agulha ou aliança. Funciona assim: em um fio de cabelo ou linha se pendura a agulha ou aliança e deixa sobre a palma da mão ou barriga da gestante. Se rodar é menina, se balançar é menino.

Doce ou Salgado

Outra brincadeira para adivinhar o sexo do bebê, é a preferência da mamãe pelo doce ou salgado. Se a mamãe estiver desejando mais coisas doces, a tendência é o bebê ser do sexo feminino. Agora, se estiver desejando mais coisas salgadas, é possível que seja do sexo masculino.

Idade da Mãe + Mês da Concepção

Uma continha matemática bacana de se fazer para tentar descobrir o sexo do bebê é a soma dos números: a idade da mãe + mês de fecundação, até chegar a um único algarismo. Se resultar em um número ímpar é provável que esteja à caminho um menino e se par, uma menina.
Claro, que a maior parte dessas formas de adivinhar o sexo do bebê antes da 16ª semana é passível de muitos erros, mas o legal é a brincadeira. Que tal reunir a família e amigos para um bolão? Quem perder doa um pacote de fraldas para a mamãe!

Dúvidas das Leitoras:

O exame de sexagem de urina pode dar errado?

Sim, qualquer exame é passível de erros e no caso deste exame em específico foi confirmada uma margem de erro maior para bebês do sexo masculino.

Pelo tubérculo genital fetal, pode dar errado?

Sim, tudo vai depender da experiência do profissional e da nitidez do ultrassom realizado, apesar de que com o avançar da tecnologia, os exames de ultrassonografia têm ficado cada vez melhores.

Dica Importante: todas as gestantes precisam ingerir ácido fólico para ajudar na boa formação do bebê. O consumo de Metilfolato, forma ativa do ácido fólico, é, portanto, extremamente indicado. O Metilfolato está presente na FamiGesta, o suplemento vitamínico da gestante da marca Famivita.

Veja também: Tubérculo Genital Fetal – Desvendando o Sexo do Bebê
Foto: fictionalidentity