Tomar sol é uma recomendação medica e muito utilizada desde os tempos antigos para garantir uma boa saúde e o recebimento de vitamina D no organismo. Mas para isso é necessário realizar em horários apropriados, e caso contrário diversos problemas podem surgir como é o caso da insolação. Além dos banhos de sol, durante os passeios e até mesmo uma tarde na praia pode gerar transtornos, se não tomado às devidas precauções.

Por isso resolvemos citar alguns cuidados para se precaver e relatar os sintomas da insolação para que os pais fiquem atentos aos sinais, evitando problemas ainda maiores gerados pela exposição prolongada ao sol intenso. Essa superexposição ocasiona um distúrbio no controle de temperatura do corpo causando sintomas frequentes como:

  • Febre alta
  • Pele ressecada e vermelha
  • Enjoo e vômitos
  • Tonturas e em alguns casos desmaios

Existem casos onde é constatado o aumento dos batimentos cardíacos e dificuldade respiratória além de confusão, dores fortes de cabeça e em casos ainda mais graves a desidratação. A desidratação é um dos fatores que merecem mais cuidados dentre os sintomas da insolação, principalmente em bebês e crianças que podem chegar a óbito rapidamente com a perda de liquida excessiva. A melhor forma de se evitar a insolação é ficar exposto ao sol em horário antes das 10 da manha e posterior as 16 h, onde o sol está menos intenso. Hidratar sempre muito bem a pele e utilizar protetor solar pelo menos 15 minutos antes da exposição. Ingerir muito líquido antes, durante e depois o banho de sol. Manter crianças sobre a proteção de um guarda sol também é uma ótima forma de protegê-los da insolação, além do uso de bonés e chapéus.

Qual o tratamento para a Insolação?

Se mesmo com todas as dicas de cuidados, você ainda sim ter problemas com a insolação, saibam quais são os cuidados para aliviar esse grande incomodo da pele e diminuir os riscos do problema se agravar. Banhos frios e o auxilio de toalhas molhadas trazem alivio imediato para a quentura da pele e sensação de queimadura, além da hidratação da pele através de hidratantes que podem ser deixados na geladeira para aumentar o alivio. O uso de ventiladores e ar condicionado também pode oferecer um conforto maior principalmente na hora de dormir. Beber muito líquido para hidratar o corpo e evitar a desidratação também é peça chave para controlar a insolação, além de auxiliar na melhora da pele. Utilizar poucas peças de roupa, de preferencia deixar a criança nua sem nada pegando sobre as queimaduras da pele, diminuirá as dores do corpo.

Na hora da alimentação, optar por alimentos leves sem gordura e de fácil digestão, já que é comuns crianças com insolação sentir-se nauseadas e chegar a vomitar. O soro caseiro além da água de coco, isotônicos e a própria água são indicados para a reposição de líquidos perdidos pelo organismo. O batimento cardíaco e a respiração devem ser controlados, e em caso de alguma alteração visível um pronto socorro deve ser procurado imediatamente.

Veja também: Falta de Apetite em Crianças – Como Resolver?

Fotos: Carlos Burnside, Daniela Goulart