parto cesárea

Com 38 semanas, eu estava livre da pressão alta

Batalhei e sonhei muito com a terceira gestação, com ela já sabia que era por ali que fecharia a fábrica e não teria mais filhos. Como tive duas experiências com cesárea, sabia que fatalmente a terceira gravidez também seria. Tanto pelo risco que mais de duas cesáreas trazem a mãe se entrar em trabalho de parto, quanto para aproveitar e fazer uma laqueadura e encerrar meus dias de tentante oficialmente. Sempre digo: quando temos experiência em um assunto, tudo tende a ser mais tranquilo. Eu mesmo com risco de pré-eclâmpsia fui tranquila para o pré parto. Aliás vou iniciar do principio…

Quando tive meus dois filhos mais velhos, tive duas experiências totalmente diferentes com a cesárea. A primeira vez foi tudo tranquilo demais! Embora tivesse sofrido com a queda de pressão costumeira causada pela raqui, foi tudo muito bem. Já no segundo parto, tive problemas mais severos, um caso isolado de subida da raqui para o pulmão que dificultou a respiração. Alguns cuidados foram preciso durante e após o parto mas tudo saiu bem ao final. Da terceira vez fui tranquila, sabia o que me esperava! Sabia todo o processo e como estaria após o parto.

Saímos de casa por volta das 5 da manhã, o médico havia marcado para estarmos lá na maternidade por volta das 10 para fazer a internação, mas como sou escolada em maternidade, quis me antecipar para internar antes e garantir minha saída da maternidade ainda com a luz do dia! Sim, para quem não sabe ainda, você tem alta 48 horas depois do horário que fez o procedimento. A maioria das maternidades adota esse método para recolherem o teste do pezinho do bebê e se certificar que ele não tem episódios de icterícia.

Bom, fomos eu e marcos de mala e cuia! Como toda gestante, as malas (minha e da Melissa) e muita alegria no coração, afinal, iria ver o rosto da minha boneca pela primeira vez! Chegamos na maternidade por volta das seis da manhã e fomos direto para a internação, infelizmente precisamos esperar a troca de plantão e ficamos até as 8 esperando. Eu morrendo de fome, pois estava desde o dia anterior sem comer nem poder beber nada pelo procedimento que seria realizado, me aguentei firme ali.Melissa RN 2

Enfim subimos para o quarto, deixamos nossas coisas e fomos para o pré operatório. Marcos ficou do lado de fora aguardando enquanto eu me preparava e antes mesmo de entrar no centro obstétrico me deram aquela linda camisola, aquela que deixa a busanfa de fora. Me vesti, coloquei a touca e os protetores de pés e me deitei em uma sala confortável ao lado de várias meninas novatas no assunto parto. Todas mamães de primeira viagem e eu ali no meio delas sendo crivada de perguntas!

– A anestesia dói?
– O que senti depois do parto
– Como será a recuperação?

Ficamos conversando e nem vimos o tempo passar até que a enfermeira disse que o medico havia chegado e iria colocar o acesso de gel (para a medicação e soro na veia). O acesso é mais largo que um simples cateter com agulha, confesso que ele foi mais complicado para mim em todos os partos, pois pelo fato se ser um furo relativamente grande, pode causar não dor mas desconforto.criança de 3 anos

Devidamente acessada, eu e todas as outras parturientes, finalmente meu médico (querido dr Roberto Nogui) nos perguntou quem queria ir primeiro e claro, todas as mamães de primeira viagem me apontaram! Então fui eu andando pelo corredor segurando a camisola para que o centro obstétrico todo não visse a minha bunda. Cheguei pela terceira vez no centro obstétrico e confesso: aquele ambiente me congelava! Embora tranquila e a pressão controlada, estava nervosa pela situação. Será que correria tudo bem? Em meio a tantos pensamentos uma coisa me vinha a cabeça, não queria tirar os óculos! Queria poder ver minha filha, então pedi a enfermeira que deixasse pelo menos até que ela nascesse. Ela permitiu e disse que se eu sentisse qualquer coisa era para avisar que ela retiraria.

A Terceira Cesárea a Gente Nunca Esquece!

O anestesista chegou se apresentou como sempre e me disse que a anestesia que eu tomaria seria um combinado novo que não me deixaria efeitos como da ultima vez. Fiquei naquela posição pedida: sentada com queixo encostado no peito o máximo que conseguisse. Então ali estava o médico procurando o local exato para aplicar a anestesia. Enfim o meu terceiro parto cesárea começava de fato!

Acho que o medo maior de uma novata em cesárea é realmente a dor que pode passar e pela anestesia, embora tenha tido problemas, como disse o medico especialista pode acontecer com qualquer pessoa. Mesmo sendo um fato isolado tinha certo receio de tomar a raqui novamente então foi aí que eu conversei com o médico responsável. Recordo-me que ao aplicar minhas pernas já ficaram pesadas, a sensação era diferente das outras vezes. Agora eu sentia pegarem em mim, eu apenas não sentia dores. Foi questão de 2 minutos e o médico entrou pela porta todo contente e feliz e disse:

– É Patricia, vamos ver a carinha da Melissa!

Me deitaram e o pano azul estendido na minha frente. Tenho certeza que nesse momento colocaram a sonda e me limparam com iodo pois senti alguma coisa bem gelada no pé da barriga. Após isso, só me lembro de ficar um pouco tonta e logo o anestesista percebeu e aplicou algo no soro para levantar a pressão. Após me recuperar, eles mandaram Marcos entrar e se sentar ao meu lado em um banquinho, ele estava mais pálido que eu! Dava pra ver em seus olhos a emoção da novidade, afinal, era o nosso terceiro bebê por parto cesárea e a primeira vez que ele entrava no centro cirúrgico para assistir ao nascimento do nosso tão esperado fruto.

Logo o médico disse que ele poderia ir à frente da maca, acho que não levou nem 15 minutos do momento em que entrei no centro cirúrgico até ouvir o choro da Melissa. Ouvia os barulhos dos sugadores e enfim um gemidinho e logo em seguida um choro forte! Melissa vinha ao mundo dia 22 de julho de 2011 linda e saudável no alto dos seus 47cm e 3540kg.

Após o nascimento a limparam e levaram para que eu a conhecesse enfim, minha linda e tão moreninha filha era gorducha e a minha cara. Quando ela chegou pertinho da mamãe e ouviu a minha voz, era como se o mundo parasse pela terceira vez. Impressionante como a ligação de mãe e filho é forte. Marcos emocionado pode pegar nossa linda Mel, e cheio de emoção me disse que ela era perfeita.

Vídeo da gravidez ao parto da Melissa

Logo após, a levaram e Marcos foi junto. A laqueadura foi feita e terminaram a sutura. Após terminar fiquei mais uns cinco minutos no CC e me levaram para o pós-parto onde eu fiquei por mais 2 horas até que a anestesia fosse embora de vez. Durante esse tempo eu tremia tanto, mas tanto… Mas não era de frio pois, eu suava muito. Acho que era efeito da anestesia mesmo. Sentia o mundo girar, e segundo o medico era normal. Fui para o quarto e logo em seguida já pude me levantar para tomar banho. O mundo continuava girando mas fui apoiando na enfermeira que me ajudou com muito amor. Me arrumei e logo a Melissa também foi para o quarto.filhos

Fiquei 2 dias na maternidade, foram dias bons apesar de não trocar pela minha casa, todos foram muito bacanas comigo. Finalmente a hora de ir embora e então a tão sonhada saída de maternidade foi colocada na Mel pelo papai. Após a coleta do exame do pezinho fomos embora para casa com nosso terceiro tesouro. A recuperação foi longa. Tanto pelo fato de ser a terceira cesárea como pelo fato da laqueadura. Embora experiente tive prisão de ventre nos primeiros dias depois do parto mas correu tudo bem com orientação do medico. Tirei os pontos com 10 dias do parto, e nova vida eu ganhei! Após 30 dias do parto estava nova em folha, nem parecia que havia tido bebê.

Acho que a cesárea foi a melhor escolha no meu caso pois tenho alguns problemas que me impediriam de ter normal, a pressão era muito alta na gravidez e o medico não quis arriscar. Não me arrependo se fosse hoje acho que faria tudo novamente, mas se pudesse recomeçar do zero, acho que escolheria ao menos ter um parto normal para saber qual a sensação. Enfim, essa é a minha experiência com a terceira cesárea.

Bjus

Patricia

Veja também: Os 5 Partos Diferentes do Youtube (cenas fortes)

Fotos: Acervo Pessoal