Trompas Obstruídas ou com Aderência – É Possível Engravidar Assim?

Um dos vilões da infertilidade feminina são as trompas obstruídas ou com aderência. Você sabe qual o papel que a trompa tem na gravidez? A trompa ou tuba uterina é um órgão fino e delicado ligado ao útero que mais parecem bracinhos. E são as trompas que captam o óvulo no momento da ovulação. A trompa abriga o óvulo até que o espermatozoide chegue até ele para fertilizar assim dando o primeiro passo para uma gravidez acontecer.

trompas obstruidas ou com aderencia 1A trompa é então um canal importante e fundamental para que a gravidez se inicie, pois nela tudo acontece. Mas e se essas trompas estiverem obstruídas então? Se as trompas estiverem obstruídas não tem como o óvulo encontrar com o espermatozoide pois a passagem estaria bloqueada para ambos. Esse pode ser o principal motivo do casal pode não conseguir engravidar e requer tratamento. As trompas obstruídas podem acontecer por diversos motivos, um deles é a infecção causada por bactérias ou mesmo doenças sexuais como clamídia por exemplo que criam uma colônia de líquidos e massa dentro das trompas causando a obstrução. Um dos maiores vilões que proporcionam trompas obstruídas é a endometriose, o escape de sangue de dentro do útero pode causar um entupimento das trompas. A aderência de trompa é outro motivo, na maioria das vezes causada por cicatrizes nas trompas, geralmente após alguma cirurgia, parto ou retirada da gravidez tubária.

Sintomas, Diagnósticos das Trompas Obstruídas e Aderências

Os sintomas das trompas obstruídas na maioria dos casos é apenas o não conseguir engravidar. Raros casos essa obstrução nas trompas traz alguma dor ou incômodo. A maioria das mulheres que tentam engravidar deve desconfiar de obstrução das trompas caso não engravide em um tempo superior a um ano. O médico responsável irá pedir exames para diagnóstico e caso seja identificadas as trompas obstruídas então o melhor tratamento e mais adequado serão indicados.

O exame usado pra diagnosticar trompas obstruídas ou com aderência se chama Histerossalpingografia. Nesse exame injeta-se uma quantidade de contraste na cavidade vaginal da mulher preenchendo assim o interior do útero para uma simples radiografia. Na histerosalpingografia verifica-se com toda a certeza se há trompas obstruídas ou trompas com aderência. A histerossalpingografia também verifica a existência de demais problemas como miomas ou pólipos uterinos que possam vir a atrapalhar uma gravidez acontecer.

Vídeo de uma cirúrgia por videolaparoscopia para desobstrução das trompas, cenas de uma CIRURGIA então, tenha cautela ao dar o Play.

Caso exista aderências ou trompas obstruídas por completo o médico irá indicar o melhor procedimento que vão desde cirurgia para desobstrução até procedimentos como fertilização in vitro. A cirurgia de trompas obstruídas pode ser de dois tipos, o tradicional como uma cesariana ou por vias mais utilizadas hoje em dia, por via laparoscópica de melhor recuperação. As massas que obstruem as trompas podem ser retiradas por completo nesses procedimentos deixando assim que a gravidez aconteça naturalmente.

Casos mais graves como hidrossalpinge por exemplos podem requerer tratamentos mais invasivos ou até mesmo uma indicação direta de formas artificiais de fecundação. Claro que tudo com indicação médica e se preciso pedir opinião de mais médicos a paciente deve ficar a vontade para o fazer. Requisito básico para mulheres que tentam engravidar acima de um ano de prazo, devem pedir uma histerossalpingografia para o seu médico de confiança. Claro que a investigação deve acontecer com o casal e não somente com a mulher, assim se houver algum problema será diagnosticado mais rapidamente.

Veja também: Reversão de Laqueadura – É Possível que Aconteça?

Foto: Josephine Dorado