Quem é pai ou mãe, em algum momento já recorreu a TV como babá dos pimpolhos e se não o fez ainda certamente o fará! Será isso prejudicial a formação das crianças?
No meu ponto de vista, as várias opções de programação que a TV oferece nos dias de hoje faz com que as crianças sejam influenciadas de forma direta pela mídia e pela ideia que alguns programas passam, assim cabe a nós pais decidir o que é apropriado ou não para a criançada.

Aqui em casa eu trabalho durante o dia, algumas vezes a noite também, tenho o privilégio de tomar conta dos meus filhos mesmo em horário de expediente, e no horário em que não estão na escola, fazem suas atividades, seus deveres de casa e depois? TV! Sei que não é o ideal, mas venhamos e convenhamos, na época em que eu era criança, era muito mais fácil lidar com isso, não havia tanta informação, como há, e os canais a cabo tem muitas opções de programas apropriados para a faixa etária deles.

Nos anos 80, quem era criança nessa época lembra muito bem dos dias, finais de semanas e férias em que nos reuníamos na rua para uma brincadeira de bola, pega-pega, queimada, passa anel, caiu no poço... são inúmeras brincadeiras que hoje em dia meus filhos nem sabem como brincar, pois a violência que assombra grandes centros e até mesmo os menores hoje em dia é muito preocupante. Não deixaria meus filhos brincarem na rua como eu fazia nos meus tempos de criança e o que resta para eles então além dos fins de semana para passeios no parque? TV computador e afins!

Algumas crianças ainda tem a possibilidade de estarem em condomínios e ai há segurança suficiente para deixar com que eles fiquem a vontade para brincar, mas a geração atual praticamente nasce com um Ipad na mão! Melissa minha caçula não pode ver um computador ligado que já sobe na cadeira e fica clicando sem parar no mouse e digitando palavras que nem ela sabe o que! Sim e olha que ela completou 1 ano e 4 meses em novembro.

Mas como apresentar então tanta diversão gratuita e fazer com que as crianças interajam entre si e como fazer com que elas se esqueçam um pouco de tanta tecnologia que a rodeiam? Tento levar um pouco mais da minha infância para eles, dou como exemplo algumas brincadeiras que eram febre na minha época de criança e relato a eles como era bom! Confesso que ainda está longe do que deveria ser e de como eu gostaria que fosse, mas está muito mais perto da minha meta de fazer a infância deles um pouco menos sedentária. No Recanto das Mamães Blogueiras podem também ler algumas dicas de interagir mais com seus filhos.

Veja também: Filmes Para Crianças – Veja os Trailers dos Melhores