Vasectomia – Cirurgia, Falhas e Reversão

Métodos como laqueadura e vasectomia são formas contraceptivas definitivas. São métodos distintos e que tem procedimentos completamente diferentes e tempo para recuperação diferenciadas. A laqueadura nada mais é que uma retirada ou amarração das trompas. Já a cirurgia de vasectomia se trata de cortar a ligação entre os canais produtores do esperma e de saída dos mesmos. Homens com mais de 30 anos que tem 2, 3 ou mais filhos podem fazer esse procedimento sem problema algum. Embora simples, a cirurgia necessita de autorização do casal, então, se casados legalmente o homem e também a sua companheira devem assinar um termo contratual fornecido pelo médico urologista responsável pela cirurgia.

A cirurgia de vasectomia é feita em um canal chamado epidímo, que fica na parte posterior dos testículos. Esse canal leva o espermatozoide fabricado nos testículos até o canal deferente o qual o leva a uretra para saída pelo pênis na hora da relação. O homem continua a produzir liquido seminal, porém, sem o espermatozoide contido nele antes da cirurgia de vasectomia.

Procedimento da Cirurgia de Vasectomia

O procedimento da cirurgia de vasectomia é relativamente simples, é uma prática ambulatorial praticamente em todos os casos. Em jejum, o homem vai até ao local ao realizar a cirurgia de vasectomia e assim recebe uma anestesia local e em alguns casos uma sedação leve como em procedimentos de endoscopia ou semelhantes. O corte é feito na bolsa escrotal, normalmente um de cada lado e tem um tamanho aproximadamente de 1cm. Através dessas aberturas, o médico encontra o epidímo e faz um corte com pontos em cada extremidade de onde houve o desligamento. Em outra etapa o médico faz o corte e separação dos canais deferentes também. Nessa fase da cirurgia de vasectomia, o homem pode ter um breve desconforto porém nada demais. Essa ultima etapa finaliza o processo da cirurgia de vasectomia e então o homem está pronto para ir para casa.

A recuperação é mais fácil do que o processo, aconselha-se a abstinência sexual durante o pós operatório e bolsas de gelo para amenizar a dor dos cortes e anti inflamatórios para evitar complicações na recuperação. Há relatos de um ou outro caso de desconforto durante as primeiras semanas da cirurgia de vasectomia, mas a recuperação costuma ser bastante rápida e dentro de 1 ou 2 dias as atividades normais já poderão ser retomadas. Há homens que voltam ao trabalho ainda no dia seguinte ao procedimento.

Mitos e Verdades Sobre Cirurgia de Vasectomia

Alguns medos ainda rondam muitos homens quando o assunto é cirurgia de vasectomia, mas a maioria dos fatores que podem impedir que essa forma mais simples de esterilização pudesse acontecer é um mito ou pura desculpa por medo do paciente.

A cirurgia de vasectomia me deixará com dificuldade de ereção?

Não, digamos que a vasectomia é 100% segura contra impotência. A cirurgia de vasectomia é feita por especialistas que tem um treinamento e estudo para essa finalidade. Também podemos dizer que os canais cortados de nada tem haver com os dutos que levam sangue ao pênis para uma ereção completa.

É possível ainda ficar fértil após a cirurgia de vasectomia?

Sim, em alguns casos raros a regeneração ou religação natural dos canais podem acontecer ou um vazamento de espermas é possível. Outro fator mais comum é o casal manter relações desprotegidas em pouco tempo de cirurgia, normalmente o tempo hábil para a ausência total de espermatozoides é de 90 dias após o procedimento. Algum espermatozoide restante no canal deferente superior pode ter ficado para trás e ai a gravidez acontece. Após 60 dias de cirurgia de vasectomia o homem deve se submeter a um espermograma para verificar o sucesso da cirurgia.

Homens que tem algum problema nos testículos podem fazer a vasectomia?

Sim, porém o médico deve estudar caso por caso a fim de indicar ou não o procedimento, portanto converse com um urologista antes de qualquer decisão. Problemas como varicocele por exemplo, são passiveis de vasectomia sem problemas. Cenas de uma cirurgia de vasectomia são relativamente tranquilas de assistir, porém se se impressiona facilmente abstenha-se de dar o play.

A cirurgia de vasectomia tem reversão?

Sim, porém não é nada 100% garantido. Há casos em que nem a cirurgia de reversão da vasectomia pode dar certo devido a problemas que podem acometer o órgão masculino onde é produzido o esperma. Alguns exemplos são de produção de anticorpos para espermatozoide. Outro problema é a dificuldade da recanalização das vias, por isso, procurar um bom especialista em caso de arrependimento da cirurgia de vasectomia é o ideal. Alguns casos são mais delicados, quando não há possibilidade de reversão do procedimento uma fertilização in vitro deve ser cogitada. Para essa finalidade existem procedimentos que fazem a pulsão do esperma diretamente da fonte e ai gerar um bebê fica viabilizado para o casal.

Casais que optaram a não ter mais filhos devem considerar a vasectomia por ser muito mais simples do que uma cirurgia de laqueadura. Enquanto a vasectomia é de simples realização, a laqueadura é muito mais invasiva. Tanto a vasectomia quanto a laqueadura, são métodos que podem ter reversão porém como são procedimentos invasivos a decisão deve ser tomada pelo casal e muito bem pensadas pelo risco de arrependimento. Sentar e conversar se é essa a atitude a ser tomada é muito importante para evitar o arrependimento futuro.

Vasectomia Pode Falhar?

Quando falamos em deixar de ter filhos, logo ligamos à mulher a responsabilidade de evitar a gravidez, mas na verdade, o homem também é um dos protagonistas do acontecimento – gestação. Além de métodos contraceptivos, além do preservativo masculino e feminino, da laqueadura, existe a vasectomia. Porém nem todos os homens aceitam passar por este procedimento, seja por medo, receio de ficar impotente, de não admitir esse tipo de procedimento (questão cultural), até mesmo por medo de não dar certo, da vasectomia falhar…

Sabe-se que a vasectomia é um grande recurso para o casal que não quer mesmo ter mais filhos, mesmo porque o procedimento no homem é bem mais simples que na mulher. Já que para fazer uma cirurgia de esterilização permanente, como é o caso da laqueadura de trompas, o organismo sofre bem mais, pois para a mulher são necessárias muitas mais camadas cortadas e muito mais tempo de repouso pós-procedimento. Afinal, são 5 camadas cortadas, mesmo por meio de laparoscopia, são 3 cortes a mais que na vasectomia. Isso sem contar que a anestesia é mais agressiva do que para o homem. Enfim, 9 entre 10 médicos recomendam a vasectomia como método permanente de esterilização, pela sua facilidade.

vasectomia pode falhar

No geral, a cirurgia de vasectomia leva 20 minutos, com repouso no primeiro dia, e vida normal em seguida. O corte é bem pequeno e a anestesia é local, e pode ser feito em um ambulatório ou consultório médico. Deve-se levar em consideração que a cirurgia leva um tempo para fazer efeito, então, alguns meses ou ejaculações depois, é necessário fazer um exame para verificar o sucesso do procedimento realizado.

Porém, a grande pergunta que não quer calar: vasectomia pode falhar? Pode-se mesmo após a vasectomia, o homem engravidar uma mulher? Sim, a vasectomia pode falhar, mas são casos extremos que devem-se ao modo com que o procedimento foi feito. O modo mais antigo, de simplesmente cortar o canal deferente, que leva os espermatozoides fabricados ao sêmen, é mais passível de falhas uma vez que as pontas podem se reconectar e a fertilidade se reestabelecer. Já a técnica mais recente (e também mais usada), a de cortar e ligar as extremidades é bem mais eficiente. As chances desse método dar errado é muito pequeno, mas ainda sim existe uma pequena margem de erro (0,5 a 1,0% de dar errado).

Como Saber Se Deu Certo ou Não?

Após a vasectomia, o homem deve ter algumas ejaculações (cerca de 30) para eliminar todos os espermatozoides do canal deferente. Enquanto isso, o casal deve tomar cuidado, se proteger com preservativos ou anticoncepcionais. Após o prazo dado pelo médico ou 30 ejaculações após a cirurgia, o homem deve fazer um exame de espermograma para verificar se o procedimento teve sucesso.

Porém hoje, com a evolução do mercado de diagnósticos, existem exames caseiros feitos com o sêmen do homem, para detectar a presença de certa quantidade de espermatozoides na amostra ejaculada. O teste de fertilidade masculina, ou teste de sêmen, já é encontrado no mercado Brasileiro com facilidade. A empresa Confirme, trouxe essa facilidade para os homens que desejam verificar se o procedimento deu certo. A amostra deve ser colhida o teste feito de acordo com as instruções. Pode ser feito em casa mesmo com privacidade total. O exame dará negativo para a presença de espermatozoides quando apenas uma linha, a de controle aparecer no teste. Caso dê duas linhas, então a amostra ainda tem acima de 15 milhões de espermatozoides na amostra. Um sinal de que o ainda não zerou ou que há alguma coisa errada com o procedimento feito. Na duvida converse com o médico, ele irá ajudar com as suas duvidas.

Entrevista com o Urologista Diego Delgado

O urologista Diego Delgado concedeu uma entrevista sobre vasectomia e reversão de vasectomia. As duvidas que poderiam rondar quem deseja ter um filho após o procedimento, podem ser esclarecidas tanto com o material escrito como com o vídeo que gentilmente o Dr concedeu.

O que é vasectomia exatamente?

Dr Diego Delgado: Vasectomia é uma cirurgia realizada no homem com o objetivo de impedir a gravidez! É um procedimento simples realizado na própria clínica. Leva cerca de 30 minutos e é praticamente indolor.

Quem pode fazer vasectomia?

Dr Diego Delgado: Segundo a Lei Brasileira a vasectomia é permitida a todos os homens com mais de 25 anos e a homens com menos de 25 anos com pelo menos dois filhos.

Qual a dificuldade de reverter a vasectomia para poder engravidar novamente?

Dr Diego Delgado: A reversão da vasectomia é uma cirurgia que não tem 100% de sucesso garantido, motivo pelo qual indicamos a vasectomia a homens que realmente não desejam mais filhos. Outro fator de dificuldade para a realização da reversão da vasectomia é o valor financeiro pois é uma cirurgia que custa 10 vezes mais do que a vasectomia.

Como é feita essa reversão de vasectomia e qual taxa de sucesso para esse procedimento?

Dr Diego Delgado: A reversão da vasectomia é realizada em centro cirúrgico especializado com microscópio, o procedimento leva algumas horas e o pós-operatório exige mais cautela do que no caso da vasectomia. É importante o paciente ter em mente que a reversão da vasectomia é uma cirurgia completamente diferente da vasectomia com um maior tempo cirúrgico.

Existe algum fator que dificulte a reversão?

Dr Diego Delgado: O modo como foi feito a vasectomia pode facilitar ou dificultar a realização da reversão. Fato importante na hora de fazer a sua vasectomia é se certificar que o cirurgião também realiza a reversão pois desta maneira ele realizará a vasectomia de maneira mais adequada. O período de tempo entre a vasectomia e a reversão deve ser inferior a 15 anos. Quanto menor este período de tempo maior a chance de sucesso.

Qual médico o casal deve procurar caso queira engravidar após a vasectomia?

Dr Diego Delgado: O casal deve primeiramente procurar o urologista que irá verificar se existe necessidade de uma avaliação da fertilidade feminina com o ginecologista.

Onde fazer a reversão de vasectomia gratuitamente ou encontrar um profissional de confiança na sua região?

Dr Diego Delgado: Existe a opção de alguns hospitais públicos federais para a realização desta cirurgia , mas as filas são muito longas. Caso o casal deseje mais informações sobre a cirurgia pode entrar em contato no CBU – Centro Brasileiro de Urologia pelo telefone 11 2338-3600 ou pelo 11 94479-6009.

O que você aconselha a quem está pensando em fazer a vasectomia e a reversão?

Dr Diego Delgado: A reversão da vasectomia não se resume a uma cirurgia simples, o período para positivar o espermograma (voltar a ter espermatozoides no ejaculado) pode demorar até um ano. Uma vez tomada a decisão de ter um novo filho o casal deve procurar um médico da Sociedade Brasileira de Urologia – SBU devidamente cadastrado para realizar uma avaliação inicial a partir da qual será orientado individualmente.

Contatos Dr Diego Delgado: Site do Dr Diego Delgado / Telefone Consultório: (11) 2338-3600

Fotos: Male_anatomy