Violência Infantil Destroi Sonhos

violencia infantil 2

A cada dia mais vemos diversos casos de violência infantil no mundo, seja por total ignorância dos adultos que o cercam ou por pura maldade mesmo. Atualmente o caso é mais abordado e levado a sério do que nos tempos antigos, por ter aumentado os casos ou porque estão se conscientizando?

É considerada violência infantil quando pais ou adultos responsáveis por aquela criança ou qualquer adulto do convívio do menor seja babá, professor, tios ou parentes pratique agressões psicológicas, físicas ou ate mesmo sexuais abalando e causando danos não só físicos, mas psicológicos na criança. Grande maioria dos casos ocorre em lares de pais alcoólatras, viciados em drogas ou com transtornos psicológicos, que costumam causar negligencias ou imprudências no agir com seus filhos ou criança, cometendo atrocidades como se fosse algo natural.

Diferentes Tipos de Violência Contra Criança

Quando pensamos em violência infantil já imaginamos uma criança apanhando, sendo espancada. Mas essa não é a única forma de um menor ser agredido e ter sua vida abalada pelo resto da vida. Através de xingamentos, surras e ameaças diárias a vida de uma criança pode ficar marcada e gerar um adulto inseguro, cheio de traumas, distúrbios psicológicos e quando não agressivo e colocando em prática tudo que recebeu da vida ao longo dos anos.

Violência Doméstica: De todos os casos, a violência doméstica é apontada como de maior índice no mundo. Também considerada como tortura psicológica, os pais ou adultos responsáveis pelo menor depreciam e desaprovam todas as ações da criança, bloqueando sua vontade de agir e de querer conseguir fazer algo, causando grande insegurança em todas as áreas da vida. Muitos casos são seguidos de ameaças de abandono e agressão física gerando crianças com medo, inseguras, agressivas e abaladas psicologicamente. É considerada violência física qualquer ato que atinja o corpo de uma criança com agressividade, seja uma palmada no bumbum ou agressões com objetos que possam causar hematomas.

Violência Sexual: Considerada violência sexual o ato entre um adulto e uma criança, tendo finalidade o adulto estimular o menor sexualmente ou por finalidade praticar qualquer estimulo ou ato sexual com o mesmo. Provocando lesões genitais, sangramentos, hematomas ou escoriações em diversas regiões do corpo. Crianças vitimas de violência sexual costumam apresentar indicadores de atos sexuais, seja por gestos, pelo modo de agir com outras crianças ou ate mesmo relatando o fato como algo natural e rotineiro. Costumam sofrer com pesadelos noturnos, ter comportamento agressivo e sentir temores com o contato de demais adultos.

Crescem com comportamento inseguro e tendem se afastar do convívio humano, com medo do que podem sofrer. Apresentam dificuldades nos relacionamentos amorosos e em ambientes profissionais o que acaba agravando ainda mais a situação, caso não obtenha acompanhamento psicológico desde o principio. Muitas famílias tendem a esconder os casos para que não se tornem públicos e acabam deixando de lado a possível recuperação da criança, o que dificulta ainda mais a reabilitação ao passar do tempo.violencia infantil 1

Violência por Negligência: O fato de omissão nos cuidados infantis também se enquadra em violência. Pais ou tutores são responsáveis por todos os cuidados infantis, sejam alimentares, de vestimenta, educacional e emocional. São constatados casos de total descuido alimentar, sendo encontradas crianças famintas, sem o mínimo de higiene do corpo e da residência. Roupas imundas, casas repletas de lixo e crianças expostas a diversos tipos de doenças e riscos. Nesse caso, 90% são relatos de lares que tem a frente adultos alcoólatras ou viciados em drogas, que deixam de aparecer por dias deixando a criança a sua própria sorte.

Muitos casos mesmo podendo ser evitados através de denúncias, acabam levando a um desfecho mais triste. Infelizmente a violência infantil doméstica pode ser fatal, muitas crianças perdem suas vidas diariamente pelo descuido de seus pais e responsáveis, muitas são agredidas verbalmente, fisicamente e sexualmente e tem seus sonhos destruídos por adultos inconsequentes. Muitos desses pequenos têm seu caráter destruído, seus sonhos dilacerados e seus futuros brilhantes desmanchados como poeira pelo despreparo de tantos adultos de lidar com uma criança. Pelo egoísmo de pensarem em si próprios e de deixarem alguém tão dependente a mercê da sorte ou por ate mesmo tratar uma criança como lixo quando se deveria dar somente amor, carinho e atenção.

Veja também: Direitos da Mulher no Parto – Violência Obstétrica

Foto: Oxfam International, Henning Mühlinghaus