Encontrado em elementos do dia a dia, o cálcio deve fazer parte da alimentação diária de todos, adultos e crianças. Importante em vários aspectos da saúde, elemento essencial para essencial para saúde dos ossos e de hormônios importantes para a saúde.

O Cálcio

O cálcio está presente em diversos elementos da natureza, principalmente alimentos. Ele tem um papel fundamental na saúde da estrutura óssea do ser humano. Todas as pessoas devem consumir alimentos ou outras fontes de cálcio como, por exemplo, os suplementos. Na natureza o cálcio está presente em elementos como conchas vindas do mar. Outro elemento que contém cálcio é o cimento, cobre, chumbo e magnésio. Sua estrutura molecular deixa os elementos que esse elemento compõe rígidos, por isso a dureza de casca de ostras, mariscos e outros elementos naturais. Como elemento apenas, o cálcio lembra um metal tanto no aspecto como na composição.

Propriedades e Benefícios

O Cálcio é fundamental na formação da estrutura óssea e da manutenção da rigidez. O cálcio deve estar presente em maior quantidade na alimentação de crianças, pois nesta fase, ele adere aos ossos da fase de crescimento e previne problemas futuros. O cálcio também é importante para a formação e manutenção da resistência dos dentes, por isso a ingestão ao longo da vida é tão importante. O cálcio também ajuda a prevenir doenças e são elas:

Osteoporose: Mais comum entre mulheres de 55 a 70 anos mas também ocorre em homens, a osteoporose é uma doença que atinge a estrutura dos ossos os deixando com aspecto de esponja. Eles perdem a sua massa resistente e ficam propensos e fraturas e causa dores no portador. A osteoporose não tem cura, mas pode ser ajudada com o consumo regular do suplemento vendido em farmácias e também quando tem um consumo alimentar ideal na alimentação. Para prevenir a osteoporose, deve-se fazer exames anuais, a densitometria óssea é um deles. Esse exame verifica a densidade dos ossos e a partir daí o estágio da doença.

Osteomalácia: Doença também dos ossos é causada pelo erro da metabolização dos minerais e o cálcio é um deles. O elemento não se agrega aos ossos como deveria, mesmo em casos de um consumo adequado de cálcio e torna os ossos fracos assim como a osteoporose. Sua causa ainda não é sabida, mas também tem tratamento assim como a osteoporose.

Sistema Linfático: O cálcio também aumenta a produção de líquidos linfáticos, eles que fazem a manutenção dos líquidos secretados pela tireoide. Portanto, ele também auxilia no equilíbrio de hormônios importantes para o metabolismo como T3, T4 e outros.

Raquitismo: O raquitismo é a deficiência de crescimento em crianças até 14 anos. O tamanho inferior ao ideal e o ganho de peso prejudicado são características fundamentais para o diagnostico. A ausência do cálcio na alimentação contribui para esse episódio que é comum em famílias de baixa renda onde a alimentação é deficiente em sais minerais e vitaminas.

cálcio

O leite e seus derivados são as principais fontes de cálcio.

O consumo ideal de cálcio pode prevenir diversas doenças, inclusive as cardíacas. Alguns relatos de estudos feitos recentemente publicaram que a causa morte prematura em bebês prematuros são prevenidas quando a mãe tem uma nutrição adequada do nutriente.

A deficiência de cálcio pode trazer esses problemas citados a cima, mas também problemas psicológicos como depressão e irritabilidade. Também deixa o corpo desprotegido contra cáries, hipertensão e palpitações. A deficiência pode ser causada por excesso de outros elementos no corpo como, por exemplo, o ferro. O aumento considerável de cálcio no organismo pode causar cálculos renais. Eles nada mais são do que resíduos em excesso não processados pelo organismo. A ingestão demasiada da substância também causa deficiência de outras como o selênio e o magnésio também importantes para a saúde.

Onde Encontrar

A grande parte dos nutrientes está em alimentos e não é diferente com o cálcio. Os elementos que mais contém o mineral são:

  • Leite (cerca de 297mg)
  • Derivados de Leite (cerca de 300mg porção de 100g)
  • Espinafre e couve (160g em quatro colheres de sopa)
  • Gergelin ou leite de gergelin (100g em 100ml ou gramas)
  • Alimentos de soja (suco, tofu e outros 140mg em 100gramas ou ml)

Outros alimentos como repolho, brócolis, semente de chia, salsa (tempero), grão de bico, algas marinhas e peixes também são ricos em cálcio. O ideal é ingerir cerca de 1000mg do mineral por dia, distribuídos ao longo do dia já que o corpo só consegue processar corretamente cerca de 500mg por vez. Deve-se incluir esses alimentos em todas as refeições para ter uma absorção correta e potencializar sua metabolização para os ossos e outros benefícios. A quantia ideal de cálcio para cada idade é aproximadamente de:

  • Até 6 meses: 200mg
  • Até 12 meses: 280mg
  • Até 3 anos: 520mg
  • Até 8 anos: 800mg
  • Até 13 anos: 1300mg
  • Até 18 anos: 1300
  • Até 50 anos: 1000mg
  • Acima de 51: 1300mg

Com Outras Vitaminas

O uso do cálcio associado com outras vitaminas como, por exemplo, a vitamina D e B potencializa o seu efeito nos ossos. É recomendado usar o cálcio e a vitamina D e logo após fazer uma exposição ao sol de pelo menos 15 minutos diariamente. Esse procedimento fará com que o cálcio fixe com maior eficiência nos ossos. A vitamina A presente em carnes e vegetais, contribui para o melhor uso desse mineral na função linfática.

Foto: ALavertu