Dos milhares de coisas que podemos nos deparar ao longo da vida e que afetam nossa saúde e até mesmo nossa aparência física, o vitiligo é uma das que trazem mais dúvidas.

O que é Vitiligo?

O Vitiligo é um problema a longo prazo em que partes da pele perdem a cor. Pode afetar pessoas de qualquer idade, gênero ou grupo étnico. As manchas aparecem quando os melanócitos (células responsáveis pela produção de melanina) dentro da pele morrem.

A área afetada pelo vitiligo varia entre os indivíduos. Incluindo os olhos, o interior da boca e os cabelos. Na maioria dos casos, essas áreas permanecem descoloridas para o resto da vid e afeta entre 0,5 e 2% das pessoas do mundo inteiro.

Sintomas do Vitiligo

O único sintoma do vitiligo é o aparecimento de manchas brancas na pele. A primeira mancha que se torna notável é muitas vezes em uma área que tende a ser exposta ao sol.

Começa como um ponto simples, um pouco mais pálido que o resto da pele, mas, com o passar do tempo, fica mais pálido até se tornar branco. As manchas possuem forma irregular, às vezes, as bordas podem se tornar um pouco inflamadas com um leve tom vermelho, resultando em coceira.

Maior Sensibilidade da Pele

No entanto, não causa desconforto, irritação, dor ou a ressecamento na pele. O vitiligo é fotossensível. As áreas afetadas serão mais sensíveis à luz solar do que aquelas que não são.

É difícil prever se elas se espalharão e qual a extensão. A propagação pode levar semanas, ou podem permanecer estáveis por meses ou anos. Os efeitos do vitiligo variam entre as pessoas.

Algumas podem ter apenas pontos brancos que não se desenvolvem mais, enquanto outras desenvolvem manchas brancas maiores que se juntam e afetam áreas maiores da pele. O vitiligo tende a ser mais visível em pessoas com pele escura ou bronzeada.

Causas do Vitiligo

As causas exatas do vitiligo não são claras, mas, uma série de fatores podem contribuir. Esses incluem:

  • um transtorno autoimune, no qual o sistema imunológico se torna hiperativo e destrói os melanócitos
  • um desequilíbrio genético de estresse oxidativo
  • um evento estressante
  • danos à pele devido a uma queimadura ou corte crítico
  • exposição a alguns produtos químicos
  • uma causa neural
  • hereditariedade, pois pode ser executado em famílias

Importante: O Vitiligo não é contagioso.

Tipos de Vitiligo

Existem dois tipos de vitiligo:

Vitiligo não segmentado – O vitiligo não segmentado é o tipo mais comum, representando até 90% dos casos. As manchas geralmente aparecem igualmente em ambos os lados do corpo, com alguma medida de simetria.

Elas geralmente aparecem na pele comumente exposta ao sol, como o rosto, pescoço e mãos.
As áreas comuns incluem:

  • costas das mãos
  • braços
  • olhos
  • joelhos
  • cotovelos
  • pés
  • boca
  • axila e virilha
  • nariz
  • umbigo
  • genitais e área retal

No entanto, também podem aparecer em outras áreas.

O vitiligo não segmentado é dividido em subcategorias:

  • Generalizado : não há área específica ou tamanho de manhas. Este é o tipo mais comum.
  • Acrofacial : ocorre principalmente nos dedos das mãos ou dos pés.
  • Mucosal : aparece principalmente ao redor das mucosas e dos lábios.
  • Universal : Despigmentação cobre a maior parte do corpo. É muito raro.
  • Focal : Um, ou algumas manchas dispersas se desenvolvem em uma área discreta. A maioria das vezes ocorre em crianças pequenas.

Vitiligo segmentar – O vitiligo segmentar se espalha mais rapidamente, mas é considerado mais constante e estável do que o tipo não segmentado. É muito menos comum e afeta apenas cerca de 10% das pessoas com vitiligo. Não é simétrico.

É mais notável em grupos de idade precoce, afetando cerca de 30 por cento das crianças diagnosticadas com vitiligo. O vitiligo segmentar geralmente afeta áreas da pele ligadas aos nervos que surgem nas raízes dorsais da coluna vertebral. Ele responde bem aos tratamentos tópicos.

Tratamento para o Vitiligo

Mais do que um problema estético, o vitiligo é um problema de saúde que precisa de atenção médica. Uma série de remédios podem ajudar a diminuir a visibilidade da condição.

Protetor Solar

O uso de um protetor solar é recomendado, porque as manchas mais claras da pele são especialmente sensíveis à luz solar e podem queimar facilmente.

Fototerapia com luz UVB

A exposição a lâmpadas ultravioleta B (UVB) é uma opção de tratamento comum. O tratamento domiciliar requer uma pequena lâmpada e permite o uso diário, o que é mais eficaz.

Fototerapia com luz UVA

O tratamento com UVA geralmente é conduzido em um ambiente de cuidados de saúde. Primeiro, o paciente toma uma droga que aumenta a sensibilidade da pele à luz UV. Então, em uma série de tratamentos, a pele afetada é exposta a altas doses de luz UVA.

Camuflagem da pele

Em casos de vitiligo leve, o paciente pode camuflar algumas das manchas com base para pele. Deve selecionar o tom que melhor combinam com a da pele.

Despigmentar

Quando a área afetada é generalizada, cobrindo 50 por cento do corpo ou mais, a despigmentação pode ser uma opção. Isso reduz a cor da pele em partes não afetadas para combinar as áreas mais brancas.

Corticosteroides tópicos

As pomadas de corticosteroides são cremes contendo esteroides. Alguns estudos concluíram que a aplicação de corticosteroides tópicos nas manchas pode interromper a propagação do vitiligo. Outros relataram a restauração total da cor da pele original.

Calcipotrieno

O calcipotrieno é uma forma de vitamina D usada como uma pomada tópica para o vitiligo. Pode ser usado com corticosteroides ou tratamento leve. Os efeitos colaterais incluem erupções cutâneas, pele seca e coceira.

Drogas que afetam o sistema imunológico

As pomadas inibidoras da calcineurina, podem ajudar com manchas menores de vitiligo. No entanto, existe uma conexão entre essas drogas e o câncer de pele e o linfoma .

Psoraleno

O psoraleno pode ser usado com terapia de luz UVA ou UVB, pois torna a pele mais suscetível à luz UV. À medida que a pele cura, uma coloração mais normal às vezes retorna. Não é recomendado para crianças menores de 10 anos.

Enxertos de pele

Em um enxerto de pele, um cirurgião remove cuidadosamente partes saudáveis de pele pigmentada e usa-as para cobrir as áreas com vitiligo. Este procedimento não é muito comum, porque leva tempo e pode resultar em cicatrizes na área de onde a pele foi retirada e na área onde é colocada.

Tatuagem

A cirurgia é usada para implantar pigmento na pele. Funciona melhor em torno dos lábios, especialmente em pessoas com pele mais escura.

Os inconvenientes podem incluir dificuldade em combinar a cor da pele e o fato de que as tatuagens desaparecem, mas não bronzeiam. Às vezes, danos na pele causados pela tatuagem podem desencadear outra mancha de vitiligo.

Existe cura para o Vitiligo?

Infelizmente ainda não há cura para o vitiligo, porém, existem várias pesquisas para cura ou tratamento que apresentaram resultados promissores.

Quais as complicações que o Vitiligo pode causar?

O Vitiligo não desenvolve outras doenças, mas as pessoas com a condição são mais propensas a experimentar:

  • queimadura solar dolorosa
  • Perda de audição
  • mudanças na visão e produção de lágrimas
  • problemas de tireoide,
  • doença de Addison
  • tireoidite de Hashimoto
  • diabetes tipo 1
  • anemia perniciosa

A maioria das pessoas com vitiligo não tem essas condições, mas testes podem ser feitos para descartá-las.

Superando os Desafios Sociais

Se as manchas da pele são visíveis, o estigma social do vitiligo pode ser difícil de lidar. O embaraço pode levar a problemas de autoestima e, em alguns casos, à ansiedade e depressão.

As pessoas com pele mais escura são mais propensas a enfrentar dificuldades, porque o contraste é maior. Na Índia, o vitiligo é conhecido como “lepra branca”. Aumentar a conscientização sobre o vitiligo, pode ajudar as pessoas com a condição superar essas dificuldades.

Veja Também: Alopecia: Principais Causas, Sintomas e Tratamentos
Fotos: James Heilman, Maria Sieglinda von Nudeldorf