Para nós mães, aguardamos com ansiedade cada passo do desenvolvimento dos nossos filhos, cada novo descobrimento e evoluções. Aprender a rolar na cama, engatinhar, andar e falar as tão esperadas primeiras palavras e durante esse período porque não aprender a identificar o que o pequeno quer dizer? Através de gestos é possível se comunicar com eles e permitir que se expressem antes mesmo de falar. Para isso a linguagem de sinais para bebês foi desenvolvida. A linguagem de sinais para bebês teve  início nos Estados Unidos por especialistas em desenvolvimento infantil. Onde foi analisado o comportamento e desenvolvimento de bebês filhos de surdos-mudos e chegado à conclusão que esses bebês adquiriram uma capacidade de se comunicar diferente de outras na mesma faixa etária.

A pesquisa também apontou a diferença de comportamento entre esses bebês, onde os filhos de deficientes auditivos apresentam-se de forma mais calma e tranquila por conseguir se expressar deixando de lado aquela velha historia de que bebês se comunicam através do choro, afinal choram porque não conseguem dizer o que estão sentindo e querem. Foi dessa maneira que nasceu o desenvolvimento da linguagem de sinais para facilitar a comunicação entre pais e filhos com o foco de entender o que sentem, o que desejam e dessa forma ter uma relação mais harmoniosa.

O que muitos pais temem ao aplicar o método de linguagem de sinais para bebês com seus filhos, é de atrapalhar o desenvolvimento da fala. Mas é o contrário, pois ao fazer os gestos comunicativos a mãe deve falar a palavra do que se refere, fazendo que o bebê compreenda o que esta fazendo e aprenda a palavra mais rapidamente. Como pode levar um tempo para conseguir a pronunciar, poderá pedir o que quer sem que fique irritado por ninguém entender.

Inclusive estudos realizados pelo Instituto nacional da Saúde comprovaram que bebês que utilizam deste método dentro de seus lares, possuem maior qualificação nas provas de expressão linguística e compreensão do que aqueles que nunca utilizaram do método. Pois não só aprendem os gestos e as palavras, mas sim o significado de cada uma delas.

O método de linguagem de sinais para bebês é indicado a partir dos 6 meses de vida, onde começam a ter mais controle das mãos e inclusive balbuciar pequenas palavras gesticulando com suas mãozinhas. Obviamente nesse período a resposta demorará um tempo maior para que consigam entender, mas a persistência, a paciência, carinho e o ensinamento dos pais farão que em torno de 9/10 meses o bebê consiga se comunicar e se expressar de forma clara através das mãos.

Porque Utilizar a Linguagem de Sinais Para Bebês?

Além de melhorar o relacionamento entre pais e filho é possível criar uma afinidade maior com o bebê, mostrando que é possível  entende-lo e melhor se comunicar com ele. O método vai além da comunicação, aperfeiçoa outros pontos de aprendizagem como o visual, onde é necessário que o bebê preste atenção em cada gesto. No auditivo, que escutam a pronúncia das palavras aprendendo dessa forma não só a memorizar as silabas mas do que se trata o gesto e da cinestesia, que é quando eles colocam em prática o que estão aprendendo e sentem o retorno dos gestos.

O método de linguagem de sinais auxilia no desenvolvimento da fala, aumenta os níveis de concentração do bebê, investe no vocabulário, reduz o stress e o nervosismo de não ser compreendido e o melhor de tudo, é super divertido. Os sinais são simples como balançar a cabeça quando quer dizer não ou levantar os bracinhos quando se quer colo. O indicado é que os pais falem a palavra enquanto fazem o sinal e a repetição constante fará que o bebê entenda que aquele gesto significa determinada coisa. Todo momento inclusive durante a rotina do dia-a-dia é possível  realizar a linguagem de sinais para bebês, seja lendo um livro, alimentando o bebê e nas horas das brincadeiras.

Ser paciente é o primeiro passo para ensinar o método para o bebê, lembrando que cada criança tem seu tempo para aprender determinado assunto, portanto não se deve cobrar caso não consiga. Com muito carinho, diversão e respeito pelo tempo do bebê, novos horizontes serão abertos e experimentarão de um novo mundo, o mundo de descobertas.

Veja também: Desenvolvimento da Fala de Bebês e Crianças

Foto: Bev Sykes